Entrevista – O Calhambeque

1 de janeiro de 20200
principal-blog-o-calhambequel-entrevista-pdv-print-1280x853.png

ENTREVISTA – O CALHAMBEQUE

Conheça nossos clientes de embalagens pra cachorro quente personalizadas!

O Food Truck “O Calhambeque” surgiu em 2016 quando Daniel Rodrigues após alguns anos atuando como franqueado de uma marca, seguiu seu sonho de ser dono do próprio negócio. Junto com sua noiva, sua manager pra todos os assuntos, se especializaram na atuação em eventos “atraídos por essa ideia inovadora de ter um negócio dentro de um carro em miniatura”.

O Food Truck é uma réplica detalhista em escala 60 pra 100 de um Calhambeque original e sempre chama atenção nos eventos que eles participam.

“Esses detalhes que proporcionam a curiosidade das pessoas em saber se realmente é algo original de época ou se é uma réplica, né?” nos conta Daniel.

Na estrada a alguns anos, eles já participaram grandes eventos como “A Noite do Opala”, no Sambódromo do Anhembi, onde a entrevista aconteceu. “Os eventos que a gente participa normalmente são eventos corporativos, eventos em local fechado, porque nosso carrinho além de tudo não faz fumaça…. Imigrantes, Transamérica, Anhembi, Expo Center Norte são locais que a gente costuma estar com o carrinho” – diz.

Ele conheceu a PDV PRINT através da indicação de um amigo que já trabalhava com nossas embalagens. “Essa parceria veio num momento muito bom pra gente. Uma embalagem que vem aberta na frente, o que facilita muito o consumo do produto… se destaca perante outras embalagens do mercado e agrega com a nossa logomarca”.

A dica que ele deixa pra quem está começando em eventos é “avaliar realmente o perfil de publico; avaliar a condição do evento; o que ele vai proporcionar de retorno pra você… Muito importante também fazer uma visita técnica no local e tentar entender um pouco como vai funcionar.”

Sobre seu Hot Dog, ele diz:

“O nosso cachorro quente eu costumo dizer que é o arroz e feijão bem feito. É aquele segredo da vovó, né? Aquela comida boa, simples, mas aquela que dá prazer em comer”.

Confira a entrevista completa:

PDV PRINT – Como surgiu O Calhambeque?

DANIEL – A empresa surgiu de uma ideia que nós tivemos de fazer algo diferente, fora da caixa. Conhecemos uma pessoa que fazia miniatura de calhambeques na escala de 60 pra 100. E atraídos por essa ideia inovadora de ter um negócio dentro de um carro em miniatura. Dentro desse ambiente de Food Trucks, isso acabou se destacando pra gente de uma forma muito positiva, porque marca muito a nossa presença nos eventos com nossos carrinhos. Nós já tínhamos know how nessa área de Food Truck e área de Fast Food também, e acabamos agregando esses valores na questão dos eventos, onde os carrinhos são muito bem recebidos vendendo os Hot Dogs. A parceria com a PDV PRINT veio num momento muito bom de crescimento da empresa, porque proporcionou pra gente agregar muito valor ao produto, com uma embalagem de ótima qualidade, principalmente na parte de negociação também, porque nós ainda somos pequena empresa, somos microempreendedores – e isso também está proporcionando pra gente um crescimento de acordo com nossas demandas e capacidade.

PDV PRINT – Como foi essa experiência anterior e a transição para o Food Truck?

DANIEL – A transição nasceu com o que eu acho que é o sonho da grande maioria dos brasileiros, que é ser dono do próprio negócio. Nós tivemos, a mais ou menos 5 antos atrás… nós iniciamos um negócio de franquias, onde eu era franqueado de uma marca, e ao término do contrato no período de 3 anos eu já tinha algum “know how” nessa parte de eventos, e foi quando eu dei entrada nesse ramo. Daí pra frente … “O Calhambeque” nasceu em 2016 com o conceito de doces, nós trabalhamos com brigadeiro e café; E aí a partir de 2018, nos mudamos pra Hot Dog, nos já tínhamos experiência com Hot Dogs, e foi só agregar o negócio nessa nova linha.

PDV PRINT – Quem está a frente da empresa?

 DANIEL – Eu sou o CEO da empresa, sou o criador da empresa, a empresa é minha, a minha noiva é a manager, ela que controla tudo, toda parte financeira da empresa ela que controla, eu cuido hoje mais da parte operacional da empresa. Somos praticamente eu e ela a empresa, os cabeças, com planos de crescimento.

PDV PRINT – Vocês trabalham no carrinho?

DANIEL – Nós começamos como todo mundo começa, trabalhando no carrinho. Eu trabalhava no carrinho. Ela trabalhava no carrinho. Hoje em dia quando necessário nós trabalhamos no carrinho. Nós não temos esse tipo de problema, porque eu acho interessante que o dono do negócio domine todas as operações que ele tem no seu negócio. É difícil deixar um negócio na mão de um terceiro sem dominar o negócio, porque aí você pode se assuntar em algum momento com algum problema que venha acontecer. Hoje em dia a gente ainda toca o negócio quando necessário, mas temos uma equipe que funciona com a gente nos eventos que a gente participa.

PDV PRINT – O seu Food Truck só vende Hot Dog?

DANIEL – Hoje em dia nosso produto é unicamente o Hot Dog. Pelo tamanho do carrinho, as dimensões… para oferecer um produto de qualidade, a gente resolveu focar unicamente no Hot Dog, trabalhando com produtos de primeira linha e com alguns diferenciais muito legais, como o pão quentinho e o estilo americano, com as pontas das salsinhas pra fora, com o pão aberto. É algo muito bacana que agrega muito valor ao produto e que cria também uma identidade com os nossos clientes, que acabam conhecendo o produto pela qualidade e aparência que ele é servido.

PDV PRINT – A aparência do Calhambeque chama bastante a atenção?

DANIEL – Isso é uma coisa muito curiosa e prazeroso também pelo fato dos carrinhos serem muito semelhantes aos carros originais, eles são feitos em escala de 60 pra 100 e são muito ricos em detalhes. Esses detalhes que proporcionam a curiosidade das pessoas em saber se realmente é algo original de época ou se é uma réplica, né? Mas é uma réplica muito bem feita e a gente fica muito feliz com esse feedback das pessoas sobre a aparência do carrinho.

PDV PRINT – Quais eventos legais vocês já participaram?

DANIEL – Nós já participamos de grandes eventos em São Paulo, hoje inclusive estamos aqui no sambódromo no Anhembi participando mais um ano da “noite do opala”. Já é nosso quarto ano consecutivo na “noite do opala”. Pra gente é um grande prazer estar aqui. É a principal noite do ano aqui com relação a esse evento (que é o AutoShow).  Os eventos que a gente participa normalmente são eventos corporativos, eventos de empresa, eventos em local fechado, porque nosso carrinho além de tudo ele não faz fumaça. Então nós temo um produto muito bom, com um carrinho que cabe praticamente em qualquer lugar, tem um baixo consumo de energia e também não faz fumaça. Acaba não atingindo quem está do lado com aquele cheiro de gordura, de hambúrguer, ou frituras em si. Pelo fato de não fazer fumaça, ele funciona muito bem em pavilhões; Imigrantes, Transamerica, Anhembi, Expo Center Norte são locais que a gente costuma estar como carrinho.

PDV PRINT – Quais as maiores dificuldades de trabalhar na rua?

DANIEL – O maior desfaio é você implantar um novo conceito. Hoje em dia nós sabem que tem muita concorrência em todos os âmbitos mas o fato de nosso produto ser diferenciado em apresentação e a própria estética do carro, isso acaba abrindo muitas portas, deixa a gente um passo a frente. Uma ideia que eu passo, para quem tem a vontade de empreender, é pensar fora da caixinha porque as vezes você encontra uma porta fechada mas a porta do lado pode estar aberta com muitas oportunidades que você não tá enxergando.

PDV PRINT – Qual a maior dificuldade para o Food Service atualmente?

DANIEL – Nós trambalhamos na área de entreterimento, então essa área é muito rica e tem muita variedade. Só que ao mesmo tempo é uma área que você precisa tomar cuidado pra não entrar em lugares que não vão ser bons pra você. A dica que eu dou é avaliar realmente o perfil de publico; avaliar a condição do evento; o que ele vai proporcionar de retorno pra você. Você fazer um check list de itens que vale a pena a sua presença ou não, em determinado evento. Muito importante também fazer uma visita técnica no local e tentar entender um pouco como vai funcionar. Isso é uma experiência que a gente já tem já de longa data, porque muitas vezes a gente acha que o evento vai ser bom só pelo contato. E só pelo contato as avezes a gente acaba se dando mal. É importante você entrar um pouco mais a fundo e visitar o local em que você realmente vai estar; e se vai estar de acordo com o perfil de publico que você quer atingir.

PDV PRINT – Qual o principal diferencial do seu cachorro quente?

DANIEL – Isso é uma pergunta muito interessante porque assim, o nosso cachorro quente eu costumo dizer que é o arroz e feijão bem feito. É aquele segredo da vovó, né? Aquela comida boa, simples, mas aquela que dá prazer em comer. Então nós temos alguns diferencias importantes. Nós trabalhamos com nosso pão quentinho; outro diferencial é que todos os hot dogs são compostos por duas salsinhas; e dentro de uma tendência do que já um clássico, vamos dizer assim, o hot dog tradicional acaba sendo o mais consumido. Esses hot dogs que tem leques de opções….as pessoas colocam carne moída no hot dog, purê, saladinha de repolho, enfim inúmeras variedades que você pode encontrar por ai, sai menos… por tudo que a gente tem passado esses anos com o produto, realmente o hot dog tradicional, o clássico, que é aquele com ketchup, mostarda maionese, no nosso caso batatinha palha extra fina que vai por cima, é o que mais sai, o que mais agrada os clientes.

PDV PRINT – Qual o papel das nossas embalagens no seu negócio?

DANIEL – A partir desse investimento buscamos realmente consolidar um leque forte de um produto conhecido, estamos investindo muito na marca agora. E quando você investe na marca, você acaba se tornando conhecido pela marca, como grandes marcas já fizeram no passado e fazem até hoje. Essa parceria com a PDV PRINT veio num momento muito bom pra gente, porque proporcionou pra gente além da qualidade da embalagem, uma embalagem prática para o consumo dos hot dogs. Uma embalagem que vem aberta na frente, o que facilita muito o consumo do produto. Uma embalagem elegante. Uma embalagem que se destaca perante outras embalagens do mercado. E agrega com a nossa logomarca. Então está sendo uma parceria que estamos caminhando lado a lado, buscando um crescimento maior.

PDV PRINT – Como conheceram a PDV PRINT?

DANIEL – Foi através de um amigo nosso que já trabalhava com as embalagens. Ele falou “olha, conversa lá que o pessoal é muito bacana”. Entramos em contato, fomos muito bem atendidos, como somos bem atendidos até hoje. E aí nasceu essa parceria de sucesso. Isso nos proporciona até uma certa facilidade principalmente quando acaba a cartonagem. Hoje dia eu sei que eu tenho um parceiro que não vai me deixar na mão. Se eu precisar de cartonarem pra muito rápido eu consigo que o pessoal me atenda, as vezes até entregando na minha residência. Então isso é uma coisa que agrega bastante e ficamos muito contentes com isso.

PDV PRINT – Conta pre gente algo marcante na história do O Calhambeque

DANIEL – Olha nós já estamos no mercado a algum tempo, e graças a deus nosso produto tem sido bem-aceito. Já fizemos inúmeros eventos inclusive eventos para artistas, pessoas da televisão e meios de comunicação, pessoas que elogiaram muito nosso trabalho, mas o que se destacou, realmente o que marcou foi uma menininha que comeu com a gente uma vez num evento que a nós fizemos e ela voltou com uma cartinha dizendo que a melhor cachorro quente do mundo era o nosso. Essa cartinha a gente mandou plastificar e está na nossa cozinha hoje colada lá num quadro de forma muito visível pra lembrar sempre que sempre temos a oportunidade de melhorar e fazer com que as pessoas se sintam contentes, e fazendo parte da sua história. Então realmente a frase dessa menininha o que ela transmitiu pra gente nessa data foi algo inesquecível até hoje.

PDV PRINT – O que você gostaria de falar para fechar a entrevista?

DANIEL – Lembrar de agradecer e ter saúde, acordar todos os dias com saúde, pensamento positivo. E nas dificuldades é que a gente aprende mais. Uma coisa que fica pra todos que buscam empreender, ou que já está empreendendo, é realmente aquela frase que já é um jargão:

“Não desista nunca”

 

Porque com as quedas a gente aprende muito mais do que quando a gente não cai. Então isso é o que eu deixo registrado pra fechar a entrevista. Vamos levantar sacudir a poeira e ir pra frente que a coisa vai dar certo!

 

Gostou da entrevista? Deixa seu comentário pra gente! Não deixa de conferir também:

Entrevista: Aloha Batatas no Cone

Entrevista: The Paztel


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *



Fale conosco

+55 11 3208-3000


Seg à Qui – 08h às 18h
Sex – 08h às 17h

Rua Cesário Ramalho, 726B
Cambuci – São Paulo – SP
CEP: 01521-000


VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL!